Estás aqui!
Home > Futebol Internacional > Vontade e querer dão empate frente ao poderoso Dínamo

Vontade e querer dão empate frente ao poderoso Dínamo

O Marítimo recebeu hoje o Dínamo Kiev, em jogo a contar para o play-off de acesso à fase de grupos da Liga Europa. O jogo terminou empatado, 0-0.

Marítimo: Daniel Ramos – 4x3x3 – Charles, Luís Martins, Pablo, Zainadine, Bebeto, Gamboa(Jean Cleber, 81′), Erdem Sen, Éber Bessa, Ricardo Valente, Piqueti(Ibson, 73′), Everton(Rodrigo Pinho, 67′)

Dínamo KievAlyaksandr Khatskevich 4x3x3 – Koval, Morozyuk, Khacheridi, Vida, Kadar, Buyalskyy(Shepelev, 87′), Sydorchuk, Garmash(Kravets, 87′), Yarmolenko, Derlis Gonzalez(Tsygankov, 72′), Mbokani

O Dínamo Kiev dominou em termos de posse bola no primeiro tempo, mas sem causar grandes oportunidades de grande perigo, apenas com um ocasião clara de golo por Kadar, na sequência de um canto. O Marítimo com estratégia clara, de baixar as linhas e sair em transição rápida para o ataque, esteve muito perto do golo, após remate à entrada de área de Ricardo Valente. Os verde-rubros conseguiram bloquear a construção de jogo dos russos, anulando os dois médios criativos do Dínamo, Sydorchuk e Buyalskyy.

Na segunda parte o Marítimo com a mesma estratégia, viu o Dínamo mudar a sua estratégia numa forma de trazer ao jogo os dois médios construtores. Mesmo os libertando não conseguiu causar grande perigo. A meio da segunda parte assistíamos a um jogo partido, com sucessivos ataques de ambas as equipas. O Marítimo esteve perto do golo por duas ocasiões, uma por Rodrigo Pinho, que falhou a receção e outra por Éber Bessa, em que chegou tarde para finalizar. O Dínamo apenas conseguiu criar perigo à baliza dos verde-rubros ao minuto 90′, após cabeceamento de Mbokani, mas bem defendido por Charles. De realçar ainda a expulsão de Khacheridi, ao minuto 88′.

Um bom jogo entre duas boas equipas. O Dínamo pode ter dominado em termos de posse, mas raramente colocou em perigo a baliza dos madeirenses. As individualidades da equipa russa não se conseguiram destacar neste jogo, sendo muito bem controladas pelo Marítimo. Os verde rubros com um estratégia muito bem definida conseguiram controlar a poderosa equipa russa. O resultado acaba por ser injusto, visto que a entrega, o querer e a vontade dos jogadores do Marítimo mereciam ser congratulados com a vitória. Com este resultado fica tudo em aberto para a segunda mão.

Deixe uma resposta

Top