Ténis | Djokovic vence Masters de Cincinnati e faz história

Ténis | Djokovic vence Masters de Cincinnati e faz história

20 Agosto, 2018 Não Por Gonçalo Ferreira da Silva

Depois de uma vitória entusiasmante em Wimbledon, parece que Novak Djokovic, jogador que, durante anos, dominou o circuito, está de volta à sua melhor forma, isto após a vitória na final dos Masters 1000 de Cincinnati, frente ao veterano e campioníssimo Roger Federer.

Com a conquista do torneio norte-americano, o tenista sérvio ascendeu ao sexto posto da hierarquia do ténis mundial, o que representa uma subida de quatro lugares face à anterior décima posição. Para além do mais, o panorama atual permite-lhe sonhar com o regresso ao top-3 mundial após o US Open, último torneio do Grand Slam da época.

Não obstante ser impressionante, já por si, a reinvenção do atleta nascido em Belgrado, mais incrível ainda é o feito que Djokovic alcançou com a vitória em Cincinnati. De facto, com a conquista deste Masters 1000, Nole tornou-se o primeiro jogador da história a vencer todos os novo torneios Masters, tipo de torneio que, recorde-se, apenas é superado pelos torneios do Grand Slam em termos de prestígio, projeção e prémios.

A exatamente uma semana do início do US Open, muitas são as expetativas criadas em relação às prestações de Djokovic e dos seus dois grandes rivais, Federer e Nadal. Com efeito, mais do que terminar o ano em primeiro lugar no ranking (o qual, neste momento, é ocupado por Nadal), o torneio nova-iorquino pode definir o jogador do ano – é que, com um título do Grand Slam para cada um dos três, a grande figura será, inevitavelmente, quem conseguir vencer em setembro (não havendo surpresas a este nível).

Apesar de todas estas (boas e excitantes) dúvidas em relação ao desfecho do US Open, certo é que, entre 27 de agosto e 9 de setembro, se pode esperar ténis de altíssimo nível no Arthur Ashe Stadium e companhia.