SPORTING DOMINA MAS DEIXA A VEIA GOLEADORA EM CASA

SPORTING DOMINA MAS DEIXA A VEIA GOLEADORA EM CASA

20 Setembro, 2017 Não Por Edgar Almeida

SPORTING 0 x 0 MARITIMO | GRUPO B DA TAÇA DA LIGA, 1ª JORNADA

Depois do percurso 100% vitorioso da equipa do Sporting neste inicio da época, a equipa leonina cedeu os primeiros pontos na Taça da Liga frente ao Marítimo. O jogo não foi além do que um nulo no estádio José Alvalade.

As alterações esperadas no 11 inicial de ambas as equipas  confirmaram-se com os treinadores a promoverem uma revolução. Jorge Jesus fez no total nove alterações com destaque para as estreias oficiais absolutas de Salin e Matheus Oliveira, além da primeira titularidade de Ritovski e André Pinto, bem como de Petrovic.

O árbitro deu o apito inicial e desde inicio a superioridade do Sporting se confirmou com o primeiro e único  lance de perigo da 1ª parte a pertencer à equipa da casa ,aos 19 minutos, canto executado por Bruno Cesar e Petrovic a tirar tinta à barra da baliza dos visitantes com um cabeceamento poderoso. Os jogadores foram para o descanso e o nulo mantinha-se embora o Sporting a dar mais evidência que queria ficar com os 3 pontos em casa.

A segunda parte começou exatamente como a primeira e o Sporting, ao minuto 47, através de um canto quase aproveitava a infelicidade de Gamboa que por pouco marcou na sua baliza, valeu o guarda redes do Maritimo a mostrar que estava atento e a atirar a bola para fora. O Marítimo limitava-se a defender e Jorge Jesus queria ultrapassar a linha defensiva do adversário, com essa ideia em mente colocou Acuña e Podence em campo para dar mais poder ofensivo à equipa. A segunda parte ficou marcada pela lesão de Drausio e Daniel Ramos a ser obrigado a mexer na equipa . O treinador do Sporting continuava insatisfeito e fez entrar Battaglia para dar mais solidez ao meio campo e, assim, tentar jogar mais no meio campo da equipa visitante. A equipa madeirense queria aproveitar os contra-ataques para tentar chegar ao golo e por essa razão fez entrar Ricardo Valente. Aos 79 minutos Tobias Figueiredo ganha um lance, a bola vai ter com Doumbia que deixa um jogador do Marítimo para trás mas a finalização não foi a melhor e rematou muito ao lado da baliza, definitivamente Doumbia não estava nos seus dias. Como se costuma dizer mais vale ter um pássaro na mão do que dois a voar e, por essa mesma razão, a equipa de Funchal fez entrar Jean Cléber para tentar segurar o jogo no meio campo e tentar levar pelo menos um ponto para casa. O marcador não sofreu alterações até ao final do jogo e Jorge Jesus deve ter ficado a pensar que não devia ter abdicado das suas “estrelas” e assim quem sabe dar um rumo diferente a este jogo.

Os Sporting e o Marítimo ficam assim a partilhar o primeiro lugar do grupo com os mesmo pontos sendo que com um jogo a mais.