Sporting 1-0 Moreirense: Leão volta a salvar-se na compensação (CRÓNICA)

Sporting 1-0 Moreirense: Leão volta a salvar-se na compensação (CRÓNICA)

26 Fevereiro, 2018 Não Por Joana Quintas

O Sporting venceu esta noite o Moreirense, por 1×0, no jogo que encerrou a jornada 24 de Liga. Os leões voltaram a precisar do período de compensação para conseguir marcar e garantir a conquista dos três pontos, num jogo pouco conseguido e com poucas oportunidades de golo.

Com várias mexidas no onze inicial, Jorge Jesus não se inibiu de apresentar esta noite uma equipa sem alguns dos habituais titulares, fazendo a gestão de um plantel que tem feito vários jogos nos últimos dias e que se prepara para a deslocação ao Dragão, já na sexta-feira. De fora, Bas Dost por lesão, mas também Piccini, Fábio Coentrão e William Carvalho por opção, todos presentes na bancada de Alvalade. André Pinto surgiu no centro da defesa, ao lado de Coates e para render Mathieu, ausente por castigo, e Acuña e Battaglia fecharam a revolução no onze, alinhando na defesa leonina. Do lado do Moreirense, a necessidade de pontuar para tentar fugir da zona de despromoção, com Petit a estrear-se no banco da equipa minhota em jogos fora.

Com uma primeira parte apagada e sem grandes oportunidades de perigo junto a nenhuma das balizas, o Sporting conseguiu dominar e ter posse, mas sem ser capaz de concretizar. Em cima do quarto de hora de jogo Tozé beneficiou da cobrança de um livre para visar as redes de Rui Patrício, mas o remate saiu ao lado. No lado oposto do campo foi Bruno Fernandes a encher o pé, mas a ver a bola passar por cima da trave. Aos 32 minutos Gelson agitou na frente e rematou já no interior da área, com a bola a sobrar para Bryan Ruiz que não foi além de um remate à figura de Jhonatan. Aos 41 minutos foi novamente a vez de Bruno Fernandes desperdiçar aquela que foi a melhor ocasião do primeiro tempo. Bryan Ruiz serviu o português na área, mas o remate saiu por cima. Em cima do intervalo novamente o Sporting a beneficiar de um lance de perigo, que poderia ter aberto o marcador, mas André Pinto cabeceou ao lado.

O intervalo pareceu ter servido de tónico à equipa dos leões, que entrou disposta a desbloquear o marcador. Logo aos 47 minutos Gelson testou a atenção de Jhonatan, com um remate já de ângulo difícil, mas que obrigou o guardião da formação cônega a aplicar-se. Menos de cinco minutos depois Ângelo Neto protagonizou um corte importante, impedindo que Bruno Fernandes lançasse um companheiro nas costas da sua defensiva.

À passagem do minuto 53 foi mesmo o Moreirense a fazer o golo, num lance que acabou por ser invalidado pelo vídeo árbitro. Tozé lançou o contra ataque com um passe em profundidade para Aouacheria, que fez o golo mas só depois de ajeitar a bola com a mão. Aos 57 foi Rui Patrício a evitar males maiores, com uma grande defesa a evitar que o cabeceamento de André Micael valesse o primeiro da partida. No minuto seguinte foi a vez de Jhonatan mostrar qualidades, fazendo frente a Gelson Martins que, no decorrer da jogada, sentou um defesa adversário por duas vezes. Os leões ficaram reduzidos a 10 elementos a meia hora do final, com Petrovic a ver o segundo amarelo e a receber ordem de expulsão.

A um quarto de hora dos 90, eram escassas as oportunidades para os dois lados. O Sporting incapaz de incursões ofensivas perigosas e o Moreirense sem conseguir criar aproveitar os lances de contra ataque. Já aos 87 minutos Acuña obrigou Jhonatan a uma defesa apertada, com um centro que acabou por levar o caminho da baliza mas que encontrou o brasileiro atento.

O golo acabou por chegar, e à semelhança do que aconteceu na semana passada, já em tempo de compensação, com um remate de trivela de Gelson Martins a desviar em André Micael e a trair Jhonatan. Na sequência do lance Gelson viu o segundo cartão amarelo, por tirar a camisola nos festejos, e falha assim a deslocação ao Dragão na próxima sexta feira.

Os leões garantiram os três pontos e conseguiram manter a distância pontual para o FC Porto nos cinco pontos, em vésperas do clássico. Quanto ao Moreirense, continua apenas com 19 pontos somados e em último lugar da tabela.