Estás aqui!
Home > Benfica > O que falta a este Benfica sem Jonas?

O que falta a este Benfica sem Jonas?

Depender de um jogador é sempre mau, mas depois da segunda jornada do campeonato, em que o Benfica empatou em casa (1-1) com o Vitória de Setúbal, ficando com um atraso pontual relativamente aos rivais, surgiu uma questão em torno do ataque encarnado: a dependência de Jonas. É visto que, sem o brasileiro, a parte ofensiva da equipa não trabalha tão bem como seria de desejar, mas o que falta então a esta equipa de Rui Vitória?

Jonas, que fraturou um osteófito do astrágalo direito e terá de parar cerca de um mês, foi a figura do ataque das águias na época passada e a ausência dele está a causar algumas ‘dores de cabeça’ ao treinador encarnado. Pizzi, Gonçalo Guedes e André Horta já foram opções para tentar suprimir a falta do avançado, mas nenhum dos três conseguiu oferecer o procurado.

(Fonte: Sapo desporto)
(Fonte: Sapo desporto)

Pizzi não tem rotina na posição e Gonçalo Guedes, que apesar de na época passada ter jogado a extremo e de ser como segundo avançado que rende mais, como demonstrou principalmente na equipa B do clube da Luz, também não se consegue aproximar das características do brasileiro – especialmente ao nível da leitura de jogo.

Sendo assim, falta ao atual campeão nacional um futebolista que seja capaz de fazer a ligação entre o meio-campo e o ataque como Jonas faz e que, além disso – como bónus -, ofereça os mesmos golos que o brasileiro. E aqui há um nome que está dado quase como certo no clube e que poderia já estar a dar um grande jeito a Rui Vitória: Rafa.

O ainda futebolista do SC Braga seria uma boa opção para substituir Jonas no esquema tático encarnado. Não, não tem o mesmo carácter de finalizador que tem o ‘pistoleiro’ da Luz, mas em termos de tomada de decisão e capacidade técnica é aquele que mais se aproxima do brasileiro, superando-o mesmo em termos de velocidade e drible em progressão.

Deixe uma resposta

Top