Na primeira parte jogo eu, na segunda jogas tu e deixamos tudo para a última

Na primeira parte jogo eu, na segunda jogas tu e deixamos tudo para a última

23 Novembro, 2016 Não Por João Pedro Rodrigues

O SL Benfica empatou hoje a três bolas com o Besiktas, na Turquia, deixando escapar a oportunidade de garantir o acesso para a próxima fase da Liga dos Campeões, num jogo considerado de loucos e onde a equipa portuguesa deixou escapar uma vantagem de três golos.

Com um ambiente de grande pressão, foram os encarnados a criar a primeira situação de perigo logo aos dois minuto dois, através de um remate fora de área de Eliseu que encontrou o poste esquerdo da baliza turca. O Besiktas colocou a bola no fundo das redes aos quatro minutos, através de Aboubakar, mas o mesmo foi anulado por alegado fora-de-jogo do camaronês. Mas foi o SL Benfica a inaugurar o marcador através de Gonçalo Guedes que, isolado por Salvio, deixou um defesa e o guarda-redes para trás e já em desequilíbrio atirou para o primeiro golo da partida.

Numa fase em que o jogo estava mais calmo e equilibrado, as águias conseguiram ampliar a vantagem aos 25 minutos com um remate surpreendente de Nélson Semedo, sem qualquer hipótese para Fabricio. O terceiro golo apareceu seis minutos num lance caricato: um livre batido na direita leva a direção de Mitroglou que envia duas vezes para a trave, seguindo-se Salvio que cabeceia ao poste e, por fim, Fejsa encosta-a para a baliza.

Até ao intervalo, o SL Benfica manteve sempre uma grande pressão sobre o Besiktas que nada conseguiu fazer para recuperar da desvantagem, mostrando muitos momentos de desconcentração defensiva, falta de pressão e de ideias no ataque.

Os encarnados entraram na segunda parte como se do inicio da partida: sempre à procura do golo. Salvio, aos 49 minutos, esteve muito perto de marcar mas uma defesa determinante de  Fabricio salvou o Besiktas. Mitroglou podia igualmente ampliar ainda mais a vantagem mas, após um grande passe de Salvio que isola o grego, enviou para fora.

Num momento em que o SL Benfica dominava por completo a partida, Tosun conseguiu reduzir para o Besiktas, na passagem do minuto 59, com um excelente remate acrobático, após cruzamento do português Ricardo Quaresma. A partir do golo, a equipa turca começou a mostrar mais atrevimento e a criar situações de grande perigo na área encarnada. A equipa portuguesa começou a defender mais e a privilegiar o contra-ataque, perdendo dinâmica ofensiva e dando muito espaço para o Besiktas para diminuir a desvantagem.

Aos 82 minutos, Lindelöf corta a bola com o braço dentro de área, com o árbitro a marcar penalti parao Besiktas, batido de forma exemplar por Ricardo Português, reduzindo para 2-3. Aboubakar empatou o jogo aos 88 minutos que aproveitou mais um erro de Lindelöf para enviar a bola para o fundo das redes, fixando o resultado final.

Com este resultado, a decisão da passagem para a próxima fase continua em aberto, com o SL Benfica a ficar com oito pontos e o Besiktas com sete pontos.

Onze do Besiktas:

Fabricio – Beck, Marcelo, Tosic (Nukan 60′), Adriano – Hutchinson, Özyakup, Arslan (Inler 46′) – Quaresma, Gönül (Tosun 46′), Aboubakar

Onze do SL Benfica:

Ederson- Nélson Semedo, Lindelöf, Luisão, Eliseu – Fejsa, Pizzi, Cervi (Rafa 63′), Salvio – Gonçalo Guedes (Samaris 75′), Mitroglou (Raúl Jiménez 86′)

Golos: 0-1 Gonçalo Guedes (10′); 0-2 Nélson Semedo (25′); 0-3 Fejsa (31′); 1-3 Tosun (59′); 2-3 Ricardo Quaresma (82′ pen.); 3-3 Aboubakar (88′)