Marítimo entra a vencer na Liga NOS

Marítimo entra a vencer na Liga NOS

8 Agosto, 2017 Não Por Decio Andrade

Marítimo x Paços de Ferreira | 1ª Jornada, Liga NOS

O Marítimo recebeu esta tarde o Paços de Ferreira, primeiro jogo de ambas as equipas na Liga NOS. O jogo terminou com a vitória dos verde-rubros por 1-0.

Marítimo: Charles, Luís Martins, Zainadine, Pablo, Bebeto, Gamboa, Erdem Sen, Éber Bessa(Jean Cléber, 80′), Ricardo Valente, Edgar Costa(Diney, 90+6′), Rodrigo Pinho(Everton, 65′) – 4x3x3

Paços de Ferreira: Mário Felgueiras, Felipe Ferreira, Ricardo, Marco Baixinho, Bruno Santos, André Leão, Vasco Rocha, Pedrinho, Xavier(Luis Phellype, 70′) , Medeiros(Mabil, 62′), Bruno Moreira(Welthon, 79′) – 4x2x3x1

A primeira parte começou com um ritmo lento, numa forma de ambas as equipas se estudarem e perceberem o que queriam do jogo. O Paços de Ferreira assumiu o comando do jogo, por sua vez o Marítimo baixou as suas linhas e tentou sair no contra-ataque. Os castores apesar do maior domínio da bola não conseguiam criar perigo à baliza de Charles, algo que o Marítimo conseguia através de algumas saídas rápidas para o ataque. As oportunidades surgiram em maior número para os verde-rubros, contudo poucas oportunidades foram criadas.

Na segunda parte, o Marítimo iniciou o jogo com vontade de chegar ao golo, com um novo espírito, o que não aconteceu na primeira metade do jogo. O acelerar por parte dos verde-rubros levou-os ao golo, que chegou ao minuto 56′, por Éber Bessa. Este golo proporcionou-se um jogo mais partido, pois o Paços de Ferreira tentou rapidamente chegar ao empate, mas sem efeito. O Marítimo controlou o restante do encontro, onde vimos os castores um pouco perdidos em campo, sem ideias. As oportunidades que surgiram até ao final do encontro foram através de bolas paradas, sendo que com bola corrida existiram dificuldades para ambas as equipas.

Bom jogo nos Barreiros, duas equipas bem treinadas e com boas ideias, sendo que, apesar da vitória do Marítimo, o empate era o resultado mais justo, visto que as equipas estiveram muito iguais. Jogo em que vimos boas organizações defensivas de ambas as equipas, contudo alguns erros cometidos podem provocar alguns sustos ao longo da época, tanto a Daniel Ramos como a Vasco Seabra.