FC Porto 1×0 Tondela: Dragões recuperam liderança depois do deslize do Sporting (CRÓNICA)

FC Porto 1×0 Tondela: Dragões recuperam liderança depois do deslize do Sporting (CRÓNICA)

19 Janeiro, 2018 Não Por Joana Quintas

FC Porto 1×0 Tondela | 19ª jornada, Liga NOS

O FC Porto venceu esta noite o Tondela por uma bola a zero, no Estádio do Dragão. Os azuis e brancos entraram em campo depois do empate do Sporting no Bonfim, conscientes de que a vitória lhes devolveria o primeiro lugar isolado na frente da tabela, ainda que com um jogo a menos do que os rivais. E

Com o apito final no Bonfim a coincidir praticamente com o inicial no Dragão, o deslize do Sporting ecoava no Porto, deixando no ar ainda mais a vontade de vencer. Com as bancadas com menos gente do que o habitual, o FC Porto foi dando mostras de querer chegar cedo ao golo. Primeiro por Herrera, logo aos 2 minutos de jogo e depois com Brahimi, antes do quarto de hora, a atirar a bola a rasar a trave. Ainda assim, não foi preciso esperar muito para festejar, uma vez que no minuto seguinte, aos 14, Marega abriu o marcador, aproveitando uma oferta do outro mundo de Sulley, que praticamente lhe colocou a bola nos pés, em posição frontal à baliza e apenas com Cláudio Ramos pela frente.

O Tondela podia ter chegado ao empate aos 19 minutos, por intermédio de Tomané, que rematou e viu a bola passar muito perto do poste da baliza defendida por José Sá. Aboubakar podia ter feito o 2×0 à passagem da meia hora, mas viu o poste devolver o seu cabeceamento e, em cima do intervalo, também Felipe podia ter ampliado o resultado, mas Cláudio Ramos estava atento e parou o remate do central brasileiro.

A segunda parte começou com o FC Porto a rondar novamente a baliza do Tondela e a procurar o golo. Felipe e Aboubakar protagonizaram duas boas oportunidades, ainda antes dos 70 minutos, mas a falta de pontaria ou a atenção de Cláudio Ramos pareciam barreiras difíceis de transpor. E quando Brahimi conseguiu ultrapassar todos os obstáculos até ao fundo das redes, foi o video árbitro a colocar gelo nos ânimos da equipa e adeptos, interrompendo os festejos e anulando o golo por fora de jogo.

Com uma segunda parte totalmente dominada pelos dragões, o marcador não voltou a mexer até ao apito final. Ainda assim, foi o suficiente para o FC Porto recuperar a liderança isolada da classificação, tendo ainda em atraso a segunda parte do jogo frente ao Estoril.