FC Porto 1×0 Sporting- Soares dá vantagem na primeira mão (CRÓNICA)

FC Porto 1×0 Sporting- Soares dá vantagem na primeira mão (CRÓNICA)

7 Fevereiro, 2018 Não Por Simone Pinto

FC Porto vence a equipa de Jorge Jesus com um golo de Soares.

Taça de Portugal|FC Porto 1×0 Sporting|

O FC Porto e o Sporting defrontaram-se esta noite num jogo a contar para a primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. A equipa de Sérgio Conceição venceu a formação de Jorge Jesus pela vantagem mínima de 1-0, com golo de Soares.

Um encontro que surgiu numa altura capital da temporada, depois do primeiro desaire a nível interno do Sporting, com a derrota por 2-0 em casa do Estoril.

Para os dragões foi a oportunidade para ‘se vingar’ do rival depois de ter sido eliminado pelo clube de Alvalade na meia-final da Taça da Liga.

As equipas subiram ao relvado e arranca a partida no dragão. Ao minuto 7, surge uma boa oportunidade para a equipa da casa. Herrera coloca a bola na grande área e Soares cabeceia ligeiramente por cima da trave.

Ao minuto 18, o clube de Alvalade cresce na partida e Casillas é obrigado a pontapear pela linha lateral face à pressão dos homens do Sporting.

Mas, ao minuto 20 surge uma grande oportunidade para os dragões. Corona solta para Brahimi, que surge em posição privilegiada com Rui Patrício pela frente. O guarda-redes português faz a mancha ao extremo argelino.

Decorrida a primeira meia hora, víamos um FC Porto mais dominante e o Sporting tentava apenas sair em contra-ataque, mas sem efeitos práticos.

Ao minuto 31, o passe é de Corona, mas é Herrera, que com Rui Patrício pela frente, acerta mal na bola e desperdiça oportunidade soberana para os dragões.

Ao minuto 40, o Sporting ‘volta’ à partida. Gelson dispara no ataque, tenta o passe para Doumbia, que deixa passar a bola, e Ristovski remata com força, por cima da baliza de Casillas. É pontapé de canto e a defesa do FC Porto afasta repetidamente, com o Sporting a insistir.

É intervalo no dragão, com nulo no marcador. Ao longo do primeiro tempo vimos um FC Porto mais sólido e mais eficaz. Já , a formação de Jorge Jesus mostrava alguma dificuldade em sair contra-ataque.

A segunda parte começa e sai a jogar o FC Porto. Ao minuto 48, surge uma oportunidade para Doumbia abrir o marcador, depois de surpreender a defesa portista. Bruno Fernandes cruza rasteiro e o costa-marfinense, solto de marcação, atira frouxo. A bola ainda é desviada por Ricardo.

Decorridos 50 minutos, o FC Porto continuava a ser a equipa que se mostrava mais sólida e com mais oportunidades de golo.

Ao minuto 60, a equipa azul e branca concretiza e abre o marcador no dragão. O FC Porto adianta-se no marcador, numa jogada de insistência da formação portista.

Sérgio Oliveira cruza com conta, peso e medida para o golo de Soares, com um cabeceamento para o fundo das redes.

Ao minuto 64, os dragões estiveram perto de aumentar a vantagem. Corona serpenteia pela direita, cruza para Soares e o brasileiro a cabecear para uma grande defesa de Rui Patrício.

Ao minuto 69, e equipa de Jorge Jesus tenta reduzir. Jogada de contra-ataque dos leões, com Doumbia, sozinho entre os homens do FC Porto, a permitir o corte de Corona, que estava bem recuado no terreno.

A formação de Jorge Jesus tentava sair para reduzir a desvantagem, mas, a defesa portista não dava tréguas aos leões.

De seguida, o técnico leonino pensa numa solução para mudar o resultado e resolve mexer na equipa. Entra Rúben Ribeiro para o lugar de Ristovski.

No entanto, a ‘solução’ de Jorge Jesus deixou dúvidas de que seria a melhor opção após alguns minutos. Ao minuto 79, Rúben Ribeiro perde a bola em zona comprometedora, Herrera passa para Brahimi que, novamente na cara de Rui Patrício, permite a defesa ao internacional português.

Nos instantes finais, de realçar que Acuña foi mais cedo para os balneários depois de ver o segundo amarelo.

Os dragões levam agora vantagem, ainda que mínima, de um golo para o jogo da segunda mão da meia-final, em Alvalade a 18 de abril.