Estás aqui!
Home > Desp. Aves > Estoril 3X2 CD Aves: Estoril vence e deixa último lugar da tabela (CRÓNICA)

Estoril 3X2 CD Aves: Estoril vence e deixa último lugar da tabela (CRÓNICA)

Estoril 3×2 CD Aves | Liga NOS, 15ª jornada

A tarde foi de tentativa de fuga aos últimos lugares no António Coimbra da Mota. Frente a frente duas equipas à procura de pontos para subir na tabela, com a vitória a acabar por sorrir à equipa da casa. O Estoril, que à entrada para a partida somava apenas 8 pontos, venceu o CD Aves por três bolas a duas e deixou o último lugar da classificação.

Recém promovido à primeira liga, o Desportivo das Aves chegou ao Estoril com 13 pontos, vindo de uma derrota caseira frente ao Tondela na jornada passada. Pela frente, o último classificado do campeonato, na procura pela vitória. E foi mesmo a formação da casa que teve a primeira oportunidade da partida, com Victor Andrade, à passagem dos dez minutos, a testar a atenção de Quim, que protagonizou uma boa defesa. Sem ocasiões claras de perigo para alguma das equipas, o marcador acabou por abrir já em cima do intervalo. Aos 42 minutos, Lucas Evangelista fez o 1×0 para o Estoril, num remate de pé esquerdo que poucas hipóteses deixou ao guarda redes português. O CD Aves não esperou muito para partir em busca de igualdade e, em cima dos 45 minutos, foi a vez de Paulo Machado encher o pé e, da entrada da área, rematar forte para o golo do empate.

A segunda parte começou praticamente com um novo golo do Estoril, que se colocou em vantagem pela segunda vez no encontro, aos 50 minutos. Allano, em mais um lance de qualidade, rematou de fora da área, colocando a bola no ângulo, indefensável para Quim. Estava feito o 2×1. À passagem dos 65′, o CD Aves poderia ter chegado ao empate, primeiro por Arango e depois por Amilton, que cabeceou ao lado numa perdida incrível. E se o Aves não aproveitou a oportunidade, o mesmo não fez a formação às ordens de Ivo Vieira. Ainda antes dos 70 minutos, Kléber apareceu sozinho ao segundo poste e, sem oposição, apenas precisou de encostar e estabelecer o 3×1. Até ao apito final esteve sempre mais perto o quarto golo do Estoril do que o segundo do CD Aves mas, já dentro do período de compensação, Paulo Machado marcou e fechou o resultado no 3×2, na sequência da conversão de um canto directo.

O Estoril conseguiu assim três pontos importantes para a fuga ao último lugar, onde deixou, à condição, o Moreirense. Já o CD Aves carimbou a segunda derrota consecutiva no campeonato, depois de ter assegurado durante a semana a passagem aos quartos de final da Taça de Portugal, ao vencer o União da Madeira por 1×5.

 

Deixe uma resposta

Top