Benfica aplica ‘chapa 5’

Benfica aplica ‘chapa 5’

3 Fevereiro, 2018 Não Por Barbara Pereira

O Benfica recebeu esta tarde, dia 3 de Fevereiro, o Rio Ave num confronto a contar para a 21ª jornada do campeonato português.

Os encarnados entraram em campo com apenas uma alteração em relação ao jogo frente ao Belenenses no Restelo, colocando Zivkovic no lugar de João Carvalho, dando asos para que o sérvio seja o natural sucessor de Krovinovic que se lesionou frente ao Chaves.

Já o Rio Ave teve de fazer várias alterações, uma vez que Yuri Ribeiro e Pelé não podem jogar frente à equipa treinada por Rui Vitória. A equipa de Vila de Conde fez entrar também Cássio, que não jogou na derrota com o Portimonense.

Após o empate no Restelo, os encarnados entraram forte, parando todas as tentativas de construção de jogo do Rio Ave. A equipa treinada por Miguel Cardoso é uma formação conhecida por gostar de ter a bola, jogar olhos nos olhos com o adversário, criando assim espaços que os encarnados aproveitaram.

Apesar da entrada avassaladora das águias, o Benfica acaba por sofrer golo na primeira jogada de perigo dos vila-condenses. Hélder Guedes consegue saltar mais alto que Rubén Dias e faz o golo do Rio Ave ao minuto 9. Logo depois, ao minuto 12, João Novais manda a bola ao poste, não conseguindo fazer assim o segundo para os visitantes.

O Benfica sentiu o golo, passando por um período em que não conseguiam avançar para além do meio campo. Os últimos minutos da primeira parte foram de maior sufoco para o Rio Ave, com Jonas a perder o duelo frente a Cássio, quando se encontrava isolado frente ao guarda redes.

O brasileiro do Rio Ave já tinha feito antes grandes defesas, impedindo Cervi ou Zivkovic de marcarem para o Benfica.

Ao minuto 33, os encarnados tiveram de fazer uma substituição forçada, com Salvio a sair com queixas no joelho direito. Entrou Rafa para o seu lugar.

A segunda parte começa à imagem da primeira, com uma entrada forte por parte do Benfica, mas desta vez a resultar em golo. Canto marcado na esquerda, com Jardel de cabeça a empatar o jogo. Primeiro golo de Jardel esta época naquele que é o jogo 200 com a camisola encarnada.

Depois do golo da equipa de Rui Vitória, o jogo ficou repartido com Varela a negar o segundo do Rio Ave ao minuto 57 e com Tarantini a cortar à tangente um remate de Cervi. Ao minuto 63, o Benfica consegue chegar ao golo fazendo a reviravolta no resultado. Combinação entre Grimaldo e Jonas com o brasileiro a servir Pizzi.

O Benfica não adormeceu com o segundo golo, marcando o 3-1 por Jonas. Mais um canto batido pela esquerda, com o avançado brasileiro a finalizar. Ao minuto 83 e mais uma vez de canto, os encarnados chegam ao 4-1 por Rubén Dias. Três minutos depois é Raul Jimenez a fazer o 5-1, com Rafa a criar uma excelente jogada para o mexicano finalizar.

O Benfica faz assim 5 golos na segunda parte, depois de ter ido para o balneário a perder em casa por 1-0. Na primeira parte os encarnados entraram bem mas a eficácia falou mais alto. Segunda parte de grande qualidade por parte da equipa da casa, chegando à mão cheia de golos.

Os encarnados ficam assim em primeiro lugar à condição, colocando pressão sobre os rivais. De lembrar que na próxima jornada, o Benfica desloca-se a Portimão.