Atualização: Mercado de Transferências Português

Atualização: Mercado de Transferências Português

14 Junho, 2017 Não Por Diogo Múrias

Nesta semana, no mercado nacional, houve algumas mexidas importante e saídas fulcrais. Algumas mexidas nacionais, mas foram as transferências para fora do país que foram as mais sonantes.

Filipe Chaby abandona o Sporting 11 anos depois, sem nunca ter tido uma oportunidade na equipa principal do leões, e vai tentar a sua sorte no novo Belenenses de Domingos Paciência. Quem também foi para a equipa do Restelo foi o guarda-redes Muriel que abandonou o Internacional Porto Alegre para tentar vincrar no futebol português e europeu. Vincent Sasso, ex-arsenalista, esteve dois anos no Sheffield Wednesday de Carlos Carvalhal, porém assinou contrato com a equipa de Belém.

O Tondela, que garantiu a permanência na primeira liga na última jornada, também já está a reforçar-se para a temporada que aí vem. Abed Nego Tembeng, jogador que atuou no ES Sétif da Argélia foi uma investida pela parte dos Beirões.

No arquipélago da Madeira, após muitas vendas, o Marítimo reforçou-se defensivamente com a contratação de Fabio Pacheco. o ex-setubalense viajou para fora do continente para ocupar a vaga deixada por Raúl Silva, quando este assinou pelo Sporting de Braga.

Na cidade do Porto, Miguel Leal está a renovar o Boavista e o lado esquerdo da defesa já foi reforçado. Vitor Bruno, que pode fazer todo o flanco esquerdo, abandonou o Feirense, após uma boa época, apostando assim nos axadrezados para continuação da carreira.

Também na cidade do Porto, mas desta vez de saída definitiva, vai Tomás Podstawski. O médio promissor desvinculou-se dos dragões e assinou pelo Vitória FC para continuar a evoluir às ordens de Couceiro. No entanto, os azuis e brancos não perderam só esta jovem promessa. André Silva abandonou o seu clube do seu coração ao assinar pelo AC Milan por 38 milhões de euros.

Ainda no Norte, mais precisamente em Braga, o Lille ativou a cláusula de compra do passe de Xeka, médio que este emprestado meio ano, entregando 5 milhões de euros ao cofre bracarense.

O Benfica também perdeu uma jóia da sua coroa ao perder Lindelof. A novela que andou à volta do central sueco acabou por chegar ao fim e o seu termino foi no Manchester United de Mourinho por 35 milhões de euros mais 10 em objetivos. Candeias também abandonou os encarnados, após 3 anos em múltiplos empréstimos sem nunca ter vestido a camisola das águias, rumo ao Rangers de Pedro Caixinha por 800 mil euros.

Por último, Roderick Miranda, ex-Benfica, saiu do Rio Ave para o Wolverhampton. O central português saí do clube vila condense, após 4 épocas para ser treinado por Nuno Espírito Santo.